Escolha uma Página

3 dicas para levar uma startup adiante

Uma boa ideia não vale nada se não for compartilhada com outras pessoas. O dito de que empreendedores não devem contar essa ideia para outras pessoas até executá-la é um dos principais mitos

O Brasil está em 5º lugar no ranking dos países com empreendedores “mais determinados”, segundo estudo realizado pela startup norte-americana Expert Market, publicado na Fast Company. O ranking analisou as dificuldades que os empreendedores enfrentam para abrir um negócio, incluindo o tempo para registrar oficialmente uma empresa.

Flavio Pripas, diretor do Cubo Coworking Itaú, uma associação sem fins lucrativos de fomento ao empreendedorismo de tecnologia, dá dicas voltadas a quem quer entrar no mercado de startups. Ele será um dos debatedores do evento rio.Futuro (www.riofuturo.com), que acontece nesta quinta e sexta-feira, reunindo mais de 50 especialistas em inovação e tecnologia no Rio de Janeiro. A conferência oferece um panorama de tudo que está acontecendo de mais transformador em quatro ciclos de palestras sobre mobile, tecnologia, data e pessoas.

Na visão de Pripas, quem quiser empreender precisa ficar atento a três pontos fundamentais:

  1. Compartilhe

Uma boa ideia não vale nada se não for compartilhada com outras pessoas. O dito de que empreendedores não devem contar essa ideia para outras pessoas até executá-la é um dos principais mitos. Quanto mais pessoas ouvirem sua proposta, mais poderão contribuir para melhorá-la. Não tenha medo de revelar sua ideias para quem pode contribuir, tanto investindo financeiramente quanto com boas considerações.

  1. Tenha foco

As pessoas acreditam que a principal característica de um empreendedor é a criatividade, ou seja, ter uma “grande sacada”. Mas ter uma boa ideia de inovação não é o suficiente, pois é preciso se dedicar em encontrar a solução de um problema e com agilidade. A palavra empreendedor tem esse significado: executar uma ação.

  1. Teste

Quanto antes colocar em prática a solução para o problema, mais rápido os erros irão aparecer, dando maior agilidade ao seu reparo. É normal um empreendedor não saber a fundo todas as informações que são necessárias para abrir e manter uma startup de sucesso. Cerca de 95% das startups que estão em incubadoras vão a falência. Então, faça o maior número possível de testes.

Fonte: ProXXima

QUER CONVERSAR SOBRE ESSE TEMA? FALE CONOSCO

Pin It on Pinterest

Share This